terça-feira, 28 de outubro de 2014

E depois dos bombeiros

                              E depois dos bombeiros sapadores de setúbal.....


... vêm os médicos irlandeses                            

                       
Fevereiro


Julho

Novembro

Para os restantes meses carregar aqui.



    

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Balanço


Para justificar a minha ausência, tenho a dizer-vos caros leitores que as minhas aulas começaram.

E, embora não fosse bem o que estava a espera, estou a gostar bastante. Por incrível que pareça e, não  querendo escandalizar ninguém, eu adoro estudar. :D

Contudo as diferenças nesta nova fase notam-se. A primeira, desde logo óbvia, é a idade. Sem dúvida, se não sou o mais novo, só um ou dois é que me conseguem passar à frente. De resto é tudo pessoal bem mais experiente e mais velho.

Depois o facto de cerca de metade das pessoas ser estrangeira. Sinceramente, não esperava que fossem tantos. Mas lá estavam, brasileiros, chineses, alemães, cipriotas e outros tantos países que agora não me vêm à cabeça. 

Há ainda no ar toda uma atmosfera daquilo a que se chama de networking. Toda a gente a tentar criar uma lista de contactos, a tentar sondar futuras oportunidades. E depois, claro, um certo exibicionismo à mistura. Muita gente estava desejosa para apontar os pomposos cargos que ocupavam aqui e ali. Bom, mas são coisas que fazem parte desta nova fase da minha vida. Confesso, que nunca fui muito disto do networking, sou bastante individualista e não costumo andar a tentar estabelecer contactos para que no futuro possa utilizar. Não gosto de me impor ou andar a pedir favores. Mas de facto começo a entender a necessidade. E como se costuma dizer, se não os podes vencer, junta-te a eles.

Os professores, também se mostram bastante disponíveis. Em muitos se notou que gostam do que fazem e isso é logo meio caminho andado. 

E pronto é isto, agora vou dar uma vista pelos blogs. XD

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Saídas tristes

Ontem tive mais um momento lindo, uma pérola para a história.

Então fui com a R. ao pingo doce e estava lá o menino do talho. 

O rapaz passou por mim, e muito alegremente disse boa tarde e eu claro, retribui. A R., que já conhecia a história, começou logo a rir-se e eu também me ri.

Entretanto a R. andava à procura de um artigo que estava em promoção na secção de enchidos e o rapaz do outro lado do balcão do talho pergunta se queríamos ajuda. Cordialmente, disse que se ele não se importasse precisávamos. A R. põe-se logo de sorrisinhos para mim. Ora, eu já todo atrapalhado quando o rapaz chega ao pé de mim e pergunta em que pode ajudar. E o Rúben diz:

"A menina precisa de ajuda a achar a linguiça".

Ao que o rapaz responde: "Desculpe"

E eu, se já não bastasse ter-me enterrado na primeira, ainda reforcei: "a linguiça".



A partir daqui escusado será dizer que não me consegui parar de rir e ainda por cima, estava completamente envergonhado... Tanta coisa para dizer e sai-me esta tristeza 

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

domingo, 5 de outubro de 2014

Corte de Cabelo 2014

Preciso de cortar o cabelo, mas não sei que corte fazer.

Para quem não me conhece eu costumo usar um corte mais tradicional, com o cabelo mais curto dos lados, mas alto em cima, em geral direccionado para o lado esquerdo. Tenho o resto assim para o arredondado e uso barba. 

Alguém têm alguma sugestão? O_o

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Sorria


Pois é, esta imagem reflete os meus pensamentos em relação a um suposto amigo.

Parece que arranjou um trabalho, numa daquelas empresas de vendas e demonstrações agressivas de produtos que, não lembram ao menino Jesus e que fazem de trinta por uma linha para que as pessoas os comprem, e eu era o seu próximo alvo.

Ligou-me muito apressado, para marcar um café, porque queria a minha opinião numa coisa e afinal queria dar-me boleia para uma sessão de vendas. Saiu-lhe o tiro pela culatra, pois como diz o senso comum mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo e bastou-me uma pesquisa pelo facebook para lhe destapar a careca.

Zanguei-me com ele, afinal de contas se há coisa que eu não espero de um amigo é que ele me tente enganar. No meu entendimento, amizade e engano são duas ideias que não se conjugam.