terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Entrevista II




Pois é minha gente, parece que afinal a empresa de consultadoria e auditoria tem candidatos melhores e por isso não estão interessados em mim...

No problem... o sentimento até era mútuo!


quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Entrevista I


Bem apesar de não gostar nada de empresas de auditoria e consultadoria, a que considero a melhor para trabalhar ligou-me a semana passada a convidar-me para uma entrevista e eu lá acedi!

Essa entrevista aconteceu hoje. E tomou-me o raio da tarde toda...

Lá cheguei, encontrei duas colegas que trabalham lá, uma colega de faculdade a quem havia dado explicações de matemática e uma colega que trabalhou comigo no Banco. Ainda trocamos algumas palavras e depois lá segui para a entrevista com outro colega de mestrado que também ia. Começamos com uma batelada de testes psicotécnicos. 

Passado esses testes, até tivemos direito a um coffee break. Calma que isto é fino, embora fossem só pacotes de bolachas dispostos num prato e umas garrafas de sumo. lol

A seguir é altura da dinâmica de grupo e altera-se o entrevistador. É a vez de aparecer um rapaz que ou muito me engano ou jogava cá para estes lados...

E isto tudo demorou qualquer coisa como umas 5h. Como se eu não tivesse mais nada para fazer!

E cheguei a casa faminto e fui ver se encontrava um tal de Fábio ao continente, mas não encontrei nenhum (isto foi só para te picar namorado, lol)

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Grande Revista à Portuguesa e muita Polícia


Ontem, fui à grande revista à portuguesa. No âmbito de um passatempo ganhei um convite duplo e então resolvi convidar um rapazinho que andava a catrapiscar para vir comigo.

O espectáculo foi muito giro e muito divertido! Preferencialmente gostei muito mais da segunda parte do que a primeira mas no geral foi muito bom. A Marina Mota como sempre, e como grande atriz que é, teve uma actuação brutal. O João Baião também esteve a altura do desafio e confesso que a maioria dos momentos de comédia vieram dele... Depois temos os grandes cantores Rui Andrade e Vanessa que foram qualquer coisa. Mas o que eu gostei mesmo foi do actor Ricardo Castro, que apesar de ter ficado com a sensação que aparecia menos que os outros, cada vez que aparecia era comédia pura! A imitação da Joana Vasconcelos é de rir do principio ao fim. Quanto à Maria Vieira estava doente por isso não actuou com muita pena minha, pois as cenas dela também devia ser extremamente hilariantes.

Finda a revista, fui levar a minha companhia a casa e não é que na calçada de carriche apanho uma operação stop. Nunca tinha sequer sido mandado parar por um policia. Lá o senhor agente me mandou parar porque ao que parece aqui a inteligencia só tinha os minimos ligados, pediu-me os documentos (para os quais nem olhou!) avisou-me dos minimos, perguntou-me se eu tinha bebido e se tinha algo que me compromete-se no carro. Disse que não e mandou-me seguir. Não percebi nada e fui-me embora.

Deixei a minha companhia em casa e vim eu para a minha casa. 

Lá vim para casa e a chegar a casa, outra operação stop! Boa, para quem nunca tinha sido mandado parar numa, fico logo com duas num só dia! O senhor viu a documentação toda e mandou-me seguir também...

E pronto temos uma noite bem passada!! XD

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Portuguese Horror Story II

Caros leitores, cumpre-me informar que as imagens e os sons que poderão reproduzir são deverás violentas, e como tal pessoas sensíveis não as devem reproduzir. 

Vou começar a contar a história pelo princípio! 

O Rúben acordou e foi tomar o seu pequeno almoço, um bocado à pressa, porque o tempo é pouco para tanta coisa para fazer. Como sempre liguei a televisão, no programa do Goucha e da Cristina, e eis que estão lá a cantar estes meninos:





Pronto fiquei de boca aberta! Assim como o Goucha, que teve uma expressão brutal para estes meninos!

E eu que pensava que isto não havia de ficar pior.... Sabe Deus, quais serão os próximos a cantar!

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Estarei errado?!


Esta semana na minha faculdade realizou-se um espécie de feira de emprego, onde, na teoria, um conjunto de empresas procura recrutar os melhores talentos da faculdade para ingressar nas suas fileiras. Nesta feira, as empresas montam uma banquinha, com brindes e tentam esclarecer os alunos sobre os seus processos de recrutamento e aquilo que fazem... paralelamente essas empresas fazem uma apresentação num auditório onde também esclarecem estas dúvidas.

Claro eu aproveitei o momento e fui a algumas apresentações. Estranhamente, ou não, a grande maioria das empresas são de auditoria ou de consultadoria, e orgulham-se de dizer que recrutam muita gente anualmente. Estas empresas são conhecidas no meio por explorarem os seus funcionários. E não, não considero que esteja a exagerar. Ora vejamos. Em geral os funcionários têm cargas abismais de trabalho, em jornadas de trabalho que chegam a durar mais de 12 horas e em que muitas vezes ainda existe trabalho de casa.  Em termos salariais, verdade seja dita, que não pagam um ordenado mínimo, mas também não ultrapassa os 800/900€ mensais. Também é verdade que ter no currículo uma destas empresas por dois ou três anos abre portas para qualquer lado... mas são dois ou três anos de imenso sofrimento.

Desde que acabei a licenciatura sempre achei que isto não era para mim. E hoje mantenho a minha posição, apesar de as circunstâncias terem mudado bastante. Na altura eu não me aceitava como gay e achava que tinha de ter uma carreira de sucesso e ganhar muito bem para compensar o facto de acabar sozinho. Hoje a minha opinião é diferente... Obviamente quero ter algum sucesso no que faço, ganhar o suficiente para poder ter uma vida desafogada, mas não quero ter um trabalho para definir quem eu sou. Quero poder chegar a casa e ter tempo de ir ao ginásio, ou ver um filme ou simplesmente não fazer rigorosamente nada e não estar a pensar que já é tardíssimo e eu ainda tenho trabalho para fazer. 

Numa das apresentações, de uma consultora, a oradora começa a esclarecer que a empresa tem bastantes espaços de convívio para os seus funcionários, com video jogos e coisas do género. Toda a gente a pensar: baril parece interessante. Depois a seguir diz que têm de ter porque os funcionários tem uma carga de trabalho imensa que os leva a passar horas na empresa e que por exemplo a sexta é normal que ninguém saia antes das 22h da noite! Mas isto com o ar de orgulho fenomenal...

Agora eu ponho-me a pensar para os meus botões. Estarei errado na minha forma de pensar? Deveria andar desejoso que me aceitassem numa empresa destas? Deveria eu ser feliz por ser explorado? é que muita gente naquela faculdade pensa que estas empresas são o expoente máximo do mercado de trabalho e eu tenho a ideia precisamente oposta.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Liebster Award II

E agora é vez de responder às perguntas do Miguel! Os 11 factos ficam os do post anterior!

1- O que te levou a criar o blog?
Eu criei o blog essencialmente para partilhar as minhas experiências de vida, e aquilo que me vai acontecendo de forma aberta e sem tabus! 


2-Como descreverias actualmente o teu blog, em uma frase ?
Esta não é fácil, ora vejamos... Simplesmente o blog do Rúben! Sorry, não consegui pensar noutra.


3-Qual a razão por detrás do nome do teu blog?
O nome do blog surgiu porque, quando eu comecei a aceitar a minha homossexualidade, vi a história de um casal gay de uma novela americana chamada as the world turns. O casal era composto pelo Luke Snyder e Noah Mayer. Assim quando o comecei a escrever pensei em dar-lhe um nome semelhante que transmitisse a ideia que me levou a criar o blog.


4-Quais os teus guilty pleasures?
Chocolate Branco!


5-Define- te em 3 palavras.
Simpático, sociável mas reservado

6-O que mudavas na blogosfera?
Nada, gosto como ela está!


7-Gostavas de conhecer um blogger?
Sim, alguns por sinal! 

8-Qual o teu maior medo ?
Acabar os meu dias sozinho.


9-O que gostavas de fazer mas não tens coragem ?
Não sei o que responder aqui, mesmo!


10-O que mais aprecias numa pessoa?
Honestidade e bondade!


11- Algo que tenhas saudades? 
Tenho saudades do verão!

Liebster Award I




No seguimento do selo que me foi dado pelo Gonçalo Silva, do blogue incertezas da vida cá estão as respostas das perguntas que ele me fez:

1. Gostas da tua vida?
Modéstia a parte, sim gosto!


2. O que mais desejas?
Ser feliz.

3.Qual o erro que mais te custou?
Ter perdido anos da minha vida a martirizar-me por aquilo que eu era, e culpar-me por não ser aquilo que queria ser!


4. Qual a melhor sensação que já tiveste? Porque?
O meu primeiro beijo, porque a partir daí comecei a pensar que tudo podia acontecer e por que simplesmente não estava feliz, estava radiante!

5.Qual a tua filosofia de vida?

Carpe diem! Ou pelo menos tento que seja!


6. Qual a tua paixão?
Pergunta difícil esta... não consigo mesmo dar uma resposta.


7.Porque a existência do blog?
Porque desta forma consigo desabafar e partilhar o meus bons momentos, ao mesmo tempo que vou fazendo um diário daquilo que me vai acontecendo!


8.Um segredo que fora do blog ninguém saiba?
Que eu tenho um blog, só eu e quem me lê é que sabe!!!

9.Onde baseias a tua inspiração?

Na minha vida...


10.O que detestas na sociedade?
A falsidade!


11.O que mais te faz sorrir?
Tudo me faz sorrir, sou uma pessoa de sorriso extremamente fácil!

Agora 11 factos:
- Adoro dormir;
- Uso barba para parecer mais velho;
- Sou bastante perfeccionista;
- A única forma de me porem a chorar é fazer-me rir compulsivamente;
- Sou pessimista;
- Não tenho paciência para gente parva;
- Não gosto de iscas;
- Nunca fumei;
- Sou amigo do meu amigo;
- Tenho sempre os pés na terra;
- Gostava de conhecer a Itália e as ilhas gregas.