terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Momento musical 4

Ouvi esta música no blog do João Eduardo, Banda Larga (O link está na minha lista de blogs, lá para baixo) e agora não paro de a ouvir...

É um bocado teenager, é romântica, não sei porquê faz-me lembrar os anos noventa, e eu gosto muito pronto!


segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Ano de 2013 e Ano de 2014


Já ando para fazer este post à uns dias, contudo não tenho tido muito tempo. Prometo que vou tentar não me alongar!

Falarei sobre o ano de 2013 e que ele representou para mim... Foi um ano essencialmente de mudanças, um ano em que cresci muito e em que perdi medos e receios que outrora me haviam atormentado. 

Foi um ano de novas experiências. Foi neste ano que ousei pela primeira vez dizer em voz alta que sou gay, e que o disse a duas pessoas de quem tanto gosto. E delas percebi que posso esperar amizade. Alias a minha relação com a R. está melhor do que nunca, ficamos mais cúmplices e mais verdadeiros um para outro.

Foi também neste ano que dei o meu primeiro beijo e que comecei a apaixonar-me por alguém (embora não tenha tido o resultado esperado!). Foi também um ano em que eu aprendi a olhar para mim de forma diferente, em que percebi que não sou nenhum monstrinho, e também tenho os meus encantos. Aprendi a valorizar-me a mim mesmo sobretudo...

Nem tudo foi bom claro, também tive os momentos mais tristes, mas no fim consigo perceber que foi um ano com mais vitórias do que derrotas... é um ano que ficará marcado para o resto da minha vida como o ano de viragem...

No entanto ainda há caminho a percorrer... ainda há batalhas para vencer... ainda há tanta coisa que me deixa desconfortável e tanta coisa que ainda tenho para experimentar.

E do fundo do meu coração espero sinceramente que daqui a um ano possa estar tão grato como estou agora. Este é o meu grande desejo para 2014.

E para todos vós que me seguem e que até me dão conselhos, espero também que o novo ano vos encha de amor e felicidade (eu sei que saiu um bocado lamechas, mas não gozem comigo!)

A todos um Bom Ano Novo...


quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Natal


Mais um Natal que acabou... não sei se já o disse aqui, mas apesar de o Natal ser uma época muito querida para mim pelos valores que a acompanham, ao longo dos tempos têm vindo a perder o seu encanto natural...

Recentemente recuperou um pouco com a chegada das minhas sobrinhas, que como crianças que são nos enchem com a sua magia natural, mas mesmo assim não consigo deixar de sentir um vazio nesta altura... não sei se é a falta de alguém ao meu lado ou simplesmente o facto de não me sentir muito amado no seio da minha família... no que toca a mim há um certo desdém e desinteresse geral... ninguém me conhece, nem têm muito interesse em conhecer... lembram-se de mim quando é necessário e precisam... 

Enfim, fora isto tudo na normalidade... muita comida que dá cabo de qualquer dieta... a minha tia este ano até me fez um pequeno toucinho do céu só para mim. Foi uma querida, ela sabe que eu adoro e foi mesmo a única prenda de jeito por assim dizer, o pior é que me dá cabo da dieta que aquilo é só açúcar, mas é divinal!

Agora é ir para o ginásio correr quilómetros para ver se recupero o mal destes dias... sim por que ainda não acabou, a minha mãe é daquele tipo de pessoas que faz comida para um batalhão e como tal vou passar o resto da semana a comer o que o sobrou de hoje!! Logo Ginásio me aguarde!!! 




terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Feliz Natal


Desejo a todos um excelente Natal, com tudo aquilo que mais desejam....

Eu e o ginásio



Bem, durante o dia tive a fazer umas compritas para mim... Belo espírito natalício, não é?!?!

Mas não comprei grande coisa, além da confusão que não permite a praticamente ninguém circular nas lojas, também não me convém gastar muito nesta altura do campeonato!

Também andei a desejar as boas festas... passei por uma das agência onde tinha trabalhado e fui lá distribuir alguns cumprimentos....

Depois para terminar, resolvi ir ao ginásio. Afinal de contas uma das partes boas do Natal é a comida!!! E depois o que acontece no ginásio?! Entro no balneário, e está cheio.... Um autêntico Harém... dois deuses gregos completamente nus, uns três seminus e outros dois já vestidos! Oh my god!! Já nem sabia para onde olhar... mas lá a bela multidão dispersou e eu fui treinar... 

Para terminar bem o dia, meti conversa com o formador (o rapaz com quem me encontrei e de quem já tinha falado, acho que ainda não lhe tinha dado nome!) e lá melhorou e muito o meu dia... é impressionante como ele me deixa feliz, não perde uma deixa para me elogiar e eu... a modos que gosto, vá lá! lol ... Eu bem tento acompanha-lo mas não tenho pedalada para ele! Supostamente agora está a preparar-me um encontro surpresa para o fim-de-semana... vamos lá ver o que dali vai sair... E por enquanto eu ando alegre... 


sábado, 21 de dezembro de 2013

All I want for christmas is you




As minhas prendinhas já estão todas compradas... e aqui fica uma música natalícia!!! 

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Um novo date


Ontem, fui conhecer o tal rapaz que tinha conhecido no Grindr... Rapaz é como quem diz, que ele é mais velho que eu... 

Posso dizer que foi uma agradável surpresa. Marcamos num centro comercial e a hora marcada lá estava eu, ele atrasou-se um bocado... mas nada demais.

Fisicamente, não posso negar que gostei do que vi... uns olhos azuis que me mataram, cabelos claros, não é muito mais alto que eu e têm um porte elegante (vai ao ginásio). 

De resto, falamos bastante, não tivemos silêncios awkward. Eu contei-lhe um bocado da minha vida, mas foi ele quem efectivamente falou mais. Falou-me da vida profissional e da sua vida afectiva. Na parte da vida afectiva gostei de ele ter dito que teve só duas relações e bastante longas (10 e 3 anos). Na minha opinião mostra que é alguém que não procura sexo descartável e que é capaz de se manter num relacionamento sério. Fora isso foi bastante simpático, cortês, atencioso, galante, demonstrou inteligência sabendo manter uma conversa com pés, cabeça, tronco e membros. No final agradeceu a minha simpatia e disse que eu era muito bonito, e pediu-me para me ir mantendo em contacto com ele, pois tinha gostado mesmo de me conhecer. Acompanhou-me ao carro e pediu-me boleia até ao carro dele, eu acedi e no meu carro despedimos-nos com um abraço. 

Cheguei a casa e mandei-lhe uma mensagem a dizer que tinha gostado de conhecer, e a desejar-lhe um bom jantar (ele ia jantar fora). Ele respondeu-me a dizer que eu era muito fofo e que se queria encontrar outra vez comigo, e desta vez tinha de ser eu a falar mais... mais uma vez acedi....

No fundo pareceu-me um bom rapaz, mesmo bom rapaz e gostava de o conhecer melhor. Mas há tanta coisa contra, é a diferença de idades, que ainda é alguma, é o facto de ele trabalhar no estrangeiro... Bem enfim, resolvi deixar-me levar, não atirar-me ao mar, apenas deixar-me ir e navegar sempre onde tenho pé! Manter expectativas baixas, para não me magoar e logo se vê!

Outra coisa que não consegui deixar de fazer, foi uma comparação com o P., e forma como me elogiou tão directamente e sem rodeios, fez-me sentir bem... não que o P, não me tivesse elogiado, mas os elogios dele ou vinham como resultado de um elogio meu ou vinham muito disfarçados. 

E apesar de tudo sinto-me bem e feliz portanto vamos lá ver o que isto dá!

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Professores



Hoje ao ver as notícias acerca da prova de avaliação de professores, fiquei um pouco indignado...

Devo confessar que os meus sentimentos em relação aos professores são um bocado díspares, por um lado são uma classe de profissionais que eu respeito e admiro. Mas por outro lado, também acho que há muitos professores que nem sequer merecem os seus lugares... Acho que muitos professores estão a dar aulas porque terminaram os cursos e não tendo outra perspectiva de trabalho acabaram por ingressar no ensino. Eu posso dizer que conheço alguns casos de pessoas minhas conhecidas que assim o fizeram. 

Além do mais, também já fui aluno e tive professores que eram um autêntico horror... professores que faltavam por coisas de nada, professores que nem se davam ao trabalho de preparar uma aula e simplesmente abriam o livro e pediam para alguém ler, fazendo depois um teste com umas perguntitas desses capítulos. Isto já para não falar de outras situações que foram acontecendo ao longo dos meus estudos e já nem me recordo...

E agora vemos nos noticiários que os professores nunca estão contentes com nada... quando foi para ser avaliados, caiu o carmo e a trindade neste país... dizia-se (até onde me lembro) que o método não era adequado mas para mim a verdadeira razão era o medo dos resultados dessa avaliação... muito boa gente não queria ser avaliada... 

Nos dias correntes, fazer uma prova de conhecimentos é indigna pois se terminaram as suas formações é porque estão aptos... Ora bem, por onde começar?! Para aceder a muitas profissões há ordens que exigem uma prova de conhecimentos, porque não uma prova também para os professores?! Os contabilistas por exemplo tem uma prova na sua ordem se quiserem exercer, e terminaram as suas formações...

O problema para mim está no comodismo que se instalou na classe... pelo que vi da prova, acho que aquilo era mais para testar raciocínios dedutivos e coisas do género, ou seja nada de especial. Afinal se os professores não tiverem essa destreza, como a conseguem passar para os alunos?! 

Contudo nem tudo é mau (não me interpretem mal), eu acho que existem muitos bons professores que merecem todo o mérito possível, eu tive excelentes professores. Professores com quem aprendi muito e que realmente se preocupavam não só em ensinar mas também em apoiar os alunos nas mais diversas situações... algumas complicadas e que exigiam muito deles...

Mas concluindo eu acho que esta classe têm de começar a ganhar consciência da sua importância, e que essa importância exige rigor por parte da entidade patronal... e tenho dito!! ;-)

Mente sã em corpo são



Passados uns dias de muita agitação, cá estou eu outra vez!

Tenho andando a tentar avançar na tese e recuperar o tempo perdido no ginásio... como se costuma dizer mente sã em corpo são!

Quanto à tese já tive mais uma reunião na empresa... depois daquele mail, digamos não tão simpático, eles disponibilizaram-se para me receber quando eu quisesse e apesar de me deixarem 5 dias à espera para confirmar o dia proposto lá consegui falar com um dos responsáveis para esclarecer algumas questões de enquadramento da empresa!

A rapariga foi simpática, explicou-me a situação do primeiro mail e pediu desculpa pelo atraso na resposta, disponibilizando-se para ajudar em tudo o que fosse possível. Menos uma preocupação pelo menos....

Já por outro lado, tenho tentado meter conversa com uns alguns rapazitos no Grindr... nada tem dado grandes frutos até porque a minha intenção não é encontrar alguém para dar umas cambalhotas... embora convites não me faltem... é impressionante mesmo a rapidez com que a conversa é levada para o campo sexual... enfim... 

No entanto, o rapaz que eu falei no último post convidou-me para um cafezito esta semana.... e como diz o amigo Francisco, um café nem mata nem compromete, por isso vamos ver no que dá! Open mind!

Para além disso é natal e ainda me faltam algumas prendas... as dos meus piolhitos e a do amigo secreto do meu  grupo de amigos!

Lá vamos outra vez às compras!!!! O que vale é que estou a conseguir gastar pouco e comprar algumas coisas que até fazem vista grossa!!lol

É tudo uma questão de ilusão!

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Ponto de situação


Os meus dias têm corrido normalmente, ontem fui ao ginásio, depois de umas longas três semanas sem lá por os pés. Resultado. Se o Tutancamon se levanta-se lá da tumba dele, de certeza que andava como eu! A sério, foi o treino de pernas e doí-me mesmo tudo da cintura para baixo!!!

Fora isso, tenho andando a pesquisar mais alguns artigos para tese, alguns que tenham eventualmente saído desde que fiz o projecto. Encontrei mais quatro e portanto neste momento tenho para ler:

- 25 artigos científicos (95% em Inglês);
- 4 Teses de mestrado;
- E, 3 livros (dois em Inglês).

Coisa pouca, não é? God have mercy! :S

E estamos só a falar da revisão de literatura, ainda falta a parte prática! Essa vai ter de ser realizada com a ajuda da empresa que já deu o seu aval, mas que afinal de contas já não está tão disponível como se podia pensar. 

Enviei um mail a solicitar, alguma informação sobre a empresa (posicionamento no mercado, estrutura, e actual sistema de custeio) e a resposta foi que a "mais valia do meu trabalho estava na recolha de informação sob o meu ponto de vista"!

Que balde de água fria! Primeiro, não achei uma resposta simpática, podiam simplesmente ter dito que não a tinham ou não achavam conveniente divulga-lá! Depois a mais valia da minha tese devo ser eu que decido, não eles! Ainda para mais a tese em nada irá ser o meu ponto de vista sobre algo, irá ser sim, a aplicação de um sistema de custeio novo a realidade daquela empresa, e para isso preciso de informação, de dados. Eu sei que eles me estão a fazer um favor, o qual eu agradeço muito sem dúvida, mas se não queriam estar disponíveis, não se disponibilizavam. 

Resumindo, baixei a cabeça e perguntei quando é que me poderiam receber para eu recolher estes dados. Vejamos a resposta... :-/

Por via das dúvidas, vou também começar a ponderar outros caminhos para a tese. O seguro morreu de velho e tenho um feeling que eles não me vão dar grande coisa para trabalhar! A questão é o quê?! Já não foi fácil chegar ao plano A, quanto mais ao B!

E adivinhem lá quem deu à costa?!

O P., claro.... passado uma semana desde que trocamos a última mensagem, ele perguntou como estava e desejou-me bom dia. Desejei-lhe também bom dia, disse que estava bem e perguntei como ele estava. Não respondeu mais! Entenderam a ideia?! Eu cá não percebi, mas enfim... diz a R. que ele quer manter-me na prateleira. Se é verdade ou não, não sei, mas não estou lá! Temos pena!

Voltei ontem ao grindr onde falei com alguns homens, um dos quais pareceu-me interessante. É mais velho, tem uma carinha laroca e olhos de morrer! lol... A conversa fluiu bem e vamos ver no que dá! :D:D:D

Amanhã vou para a faculdade, começar a trabalhar na leitura e esperar sinceramente que não seja tudo em vão!

Wish me luck! ;p

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Francesinhas


Ora no sábado, marquei com os meus colegas de licenciatura um almoço de natal! Por sugestão de uma rapariga fomos ao festival da francesinha! Eu alinhei, nunca tinha comido nenhuma e portanto era uma nova experiência. Pois bem, depois de 2 horas em filas lá me pude sentar a comer o que está na fotografia, isto já por volta das 15h15. Não sei se era da fome mas soube-me maravilhosamente bem. Quer dizer à excepção do molho que estava picante e com um sabor estranho! Mas como o pedi à parte, não foi grande problema!

Após isto fiquei de ir ter com um grupinho do qual me tenho estado a aproximar. No fundo é o grupo de amigos da prima da R., do qual ela se aproximou e acabou por me aproximar também. São pessoal bacano, marcamos uma espécie de amigo secreto para prendas de Natal, e por acaso até me calhou a prima da R. Fora isso aproveitamos para pôr as novidades todas em dia! Ao que parece sou o único que estou sozinho. Nesta altura, não foi uma coisa muito agradável de ouvir. Não que não fique contente por eles, claro que fico, mas gostava também de estar acompanhado! :-( Além disso foram todos espectaculares, começaram logo a pensar nas amigas que estavam livres... mal eles sabem que deviam era estar a pensar nos amigos!! lol 

Durante o Domingo, escusado será dizer que não fiz mais nada do que ver filmes no sofá! 

Viva à preguiça!! 

Mas a partir de amanhã finito!! é hora de voltar ao ginásio, é hora de voltar para a tese. Já marquei com uma grande amiga da faculdade irmos para a biblioteca fazer as nossas teses. Quero também aproveitar para lhe contar que sou gay! Já me começo a sentir mal por ela não saber oficialmente, e posso dizer que somos mesmo muito próximos. Para terem uma ideia, durante toda a faculdade toda a gente pensava que namorávamos... ela é a minha versão feminina como gosto de dizer, temos os mesmos princípios, valores e ideias (excepto em política). 

Também tenho de arranjar tempo para ir as compras de Natal, tenho a minha Mãe que não me para de chatear para comprar as prendas para as minhas sobrinhas e pediu-me para eu comprar algo para ela me oferecer. Esta última parte adorei. Como minha mãe, deveria saber melhor que ninguém o que eu quero ou o que preciso. Mas não, ela está-se pouco lixando para isso. Toma lá dinheiro e vai comprar. Wherever, vou guardar o dinheiro, e depois logo se vê.

Boa Semana!! ;-)

sábado, 7 de dezembro de 2013

Preguicite aguda



Esta semana passou a correr... engraçado que antes as semana pareciam enormes, parecia que nunca mais era sábado e agora ele chegou num abrir e piscar de olhos! 

Por incrível que pareça não fiz nada de jeito esta semana, tinha um monte de coisas para fazer e tive preguiça para fazer seja lá o que fosse... nem sequer ao ginásio fui! Ainda dei uns passeios com a R., que entrou numa demanda para me animar. Realmente tenho andado mais triste esta semana, tenho saudades do P.. No conjunto desta semana trocamos umas 5 sms's se tanto! Enfim, está tudo mais do que acabado...

No entanto nem tudo é mau! Ontem fui até à faculdade, receber um prémio... por ter tido uma média superior a 16 valores na parte curricular do mestrado fui agraciado com uma bonita folha de papel, e uma fotografia com o director do mestrado. Nada mau, heh?! Não que eu ligue muito a isto, aliás não ligo mesmo nada. Nunca estudei para obter prémios, e sou do tipo de pessoa que prefere ficar na sombra a expor-se ao sol! 

Também recebi uma chamada dos recursos humanos do Banco onde estava a trabalhar. Parece que ainda tenho a porta aberta lá. Ligaram para me oferecer um estágio como assistente comercial. A ideia era deixar de estar ao público e apoiar um gestor de empresas com o trabalho burocrático, ou seja não tinha nada a ver com aquilo que costumava fazer. Não me pareceu uma proposta nada má. Contudo depois de não ter sido aceite para o contrato de um ano, achei que era altura de investir na tese e já assumi compromissos nesse âmbito. Assim aceitando esta nova proposta teria de voltar atrás com algumas coisas e deixaria algumas pessoas mal vistas, o que é muito chato. Recusei, portanto. Mas de qualquer forma gostei do que ouvi, expliquei esta situação à senhora que me disse que compreendia perfeitamente e que não me iria retirar da bolsa dela, apenas precisava de saber quando é que eu achava que teria disponibilidade. Eu disse-lhe e ela pediu-me para depois a contactar que qualquer coisa se iria arranjar. Fiquei contente. Acho que afinal até tenho a porta aberta. Sei que aquele trabalho que fazia não é o que quero fazer, mas o seguro morreu de velho e da forma como está o mercado de trabalho, é agradável ter um plano B.

Agora é hora de fazer a Tese... mas para isso preciso que a preguiça se vá embora. Alguma dica?!!?!

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Momento musical 3


Estou viciado nesta música... É impressionate, mas não consigo parar de ouvi-la...

E sabem de quem é a culpa?!! É do Kyle, que a colocou como música de fundo do blog dele!!! Lol :D


segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Primeiro dia sem trabalhar


Hoje foi o primeiro dia de "Férias"... E até foi um bocado estranho, já estava habituado a rotina e agora sinto-me um pouco perdido. Aliás ontem à noite custou-me ter desligado o despertador... estranho estava tão desejoso para que acabasse e agora sinto alguma saudade.. :S

Apesar disto, resolvi ir dar uma banhoca ao carro, depois fui à uma loja de desporto comprar umas peças de roupa e vim para casa. A ideia era ir para o ginásio à tarde, mas deu-me a preguiça e fiquei em casa a ouvir música e aproveitei para fazer uma bela lasanha para o jantar! Modéstia à parte ficou muito boa.

Quanto ao P., lá hoje de manhã me mandou uma mensagem a desejar bom dia, a perguntar como estava e a perguntar se hoje era o primeiro dia de férias. Dei logo um salto quando ouvi a mensagem, mas controlei-me e só ao final da manhã é que lhe respondi de forma tão fria quanto possível. Disse bom dia, que estava bem, perguntei como ele estava e confirmei que já não estava a trabalhar. Não coloquei smiles nem nada. Ele ainda respondeu a dizer que também estava bem, que estava a trabalhar e disse que já estava com fome... Mais uma vez deixei-o à espera e quando comecei a almoçar respondi só a dizer que só ia começar a almoçar àquela hora. Não me disse mais nada e eu também não lhe disse mais seja o que for! E pelo menos fico contente por não ter triste pela falta de mais mensagem, significa que já não me esta a afectar tanto...


Já agora aproveito ainda para deixar uma mensagem ao seguidor Inefável, quanto a um comentário antigo sobre a cidade universitária. É verdade, nesse dia, e não só, eu estava a trabalhar numa faculdade lá. Acho então que me deves ter visto, correto?! :D:D

domingo, 1 de dezembro de 2013

Jantar de Despedida


Durante a semana passada marquei com os meus, agora, ex-colegas de trabalho uma espécie de jantar de despedida...

Optou-se pelo bairro alto, um sítio do qual eu tinha muitas desconfianças, mas ao qual nunca tinha ido. Fomos jantar e depois fomos dar uma volta pelos bares. Sinceramente, não posso dizer que tenha gostado, o conceito de andar a passear de bar em bar, e ficar a beber na rua ao frio faz-me bastante confusão. Em parte porque estava quase congelado dos pés à cabeça. De verão isto ainda é capaz de ter alguma piada, mas andar ali de um lado para outro a pedir bebidas, é algo que não me atinge, até porque não tenho o hábito de beber. Mas a melhor parte da noite, ainda estava par vir, adivinhem lá para onde fomos a por volta das 3 da manhã?!!

Já pensaram?!

Vamos fazer suspence...

Pois a um bar de strip!!! -_- Eu nem queria acreditar quando lançaram a ideia! A sério?! A um bar de strip?!

Maior foi o meu espanto quando toda a gente aceitou a ideia, até as raparigas! E lá foi o Ruben para o bar pagar 5€ de entrada. E ainda por cima a única coisa que consegui ver foi a cabeça da senhora que por sinal tinha um nariz gigante! Naquilo que eu me meto!

Para ajudar também não estava nos meus melhores dias... o P. não me diz nada desde sexta de manhã, embora nesse dia ainda me tivesse dito que tinha ido ao cinema na quinta. Não sei se lembram mas ele nem tinha tempo para ele durante a semana! Ah pois é!

Fiquei bastante zangado, e depois comecei a ficar triste... para ajudar tudo me faz lembrar dele... passei de carro pelo cais das colunas e lembrei-me dele, passei pela brasileira na baixa e lembrei-me dele, passei por um estrada na qual nos perdemos para ir a Belém e lembrei-me dele...

Mas também uma coisa é certa, não lhe vou dizer nada, não me vou rebaixar dessa maneira... ele sabe o que sinto por ele e sabe que eu quero estar com ele. Eu até tentei marcar qualquer coisa e foi ele que me deixou pendurado... eu disse-lhe que no fim de semana só não podia no sábado à noite e ele só me respondeu no dia a seguir com um bom dia e nem sequer voltou a tocar no assunto. 

Agora resta esperar por cenas dos próximos capítulos...

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Momentos musicais 1.2.


Estou viciado nesta música!

Linda não é?! ;p

Último dia de trabalho


Pois é, amanhã é mesmo o último dia de mais uma fase da minha vida! Vou fechar mais um capítulo e dar mais um passo em frente.

E terminando este período, é tempo de fazer uma pequena reflexão destes últimos 4 meses de trabalho.

Não tive momentos fáceis, tive momentos mais felizes e outros mais complicados... no geral desiludi-me com esta instituição... da última vez que tinha trabalhado neste Banco sei que deixei firmado o meu lugar, acredito que deixei saudades e as avaliações que me foram dadas foram muito boas, modéstia à parte! Saí com a certeza que a porta tinha ficado escancarada e estava certo, pois foram eles que me chamaram para este contrato, mesmo depois de eu ter recusado um outro para fazer o mestrado. 

No entanto o ambiente de trabalho na última agência em que trabalhei era horrível, fiquei feliz por sair de lá e se eu já achava que bons ambientes de trabalho eram fundamentais, agora tenho a certeza absoluta. Fui bem recebido a principio, mas rapidamente me apercebi que até um estagiário com menos de 1/3 da minha experiência era mais valorizado que eu. Tive de enfrentar uma chefe que me decidiu fazer a vida negra e ainda hoje não percebi porquê! Colegas de trabalho com ânsia de se afirmarem sem olhar a meios, somente a fins. Faltas de educação e entreajuda reduzida. Clientes rudes, mal educados, e sem princípios!

Com isto tudo apercebi-me que estava no lugar errado, aquilo não é sitio para mim, aquilo não é o futuro que pretendo. Tenho pena porque quando saí da licenciatura sonhava com um futuro na banca. Achava um bom emprego, bem remunerado, uma boa carreira, estável e com um bom estatuto social. 

Mas isto não é mau, atenção! Tinha um professor no mestrado que uma vez disse para uma rapariga lavada em lágrimas, por não ter entrado neste banco onde trabalho, que isso era muito bom. A rapariga claro ficou em choque e ele explicou que estes trabalhos eram de certa forma maus porque não permitiam as pessoas evoluir, uma vez que ao fim de um tempo as pessoas acomodavam-se e acabavam por perder possíveis carreiras de sucesso que estavam a sua volta. Na altura achei isto uma estupidez mas agora compreendo e acho bastante verdadeiro. !

Bem, como diz o senso comum : "Quando se fecha uma porta, abre-se uma janela"! E portanto agora é altura de voar para outro lugar. Vamos esperar para ver o que o futuro me reserva neste campo, e esperar, e desejar que o meu próximo trabalho seja muito melhor!

Agora é tempo para a Tese. Estou pronto para avançar e entusiasmado. É um projecto que quero mesmo acabar e com o melhor resultado que conseguir! ;-)

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Momentos musicais


Uma boa música para a noite! 

Distanciamento


Cada vez sinto o P. mais distante.... E ontem parecia que tudo ia de mal a pior....

Logo de manhã recebi uma mensagem a desejar-me bom dia. Respondi de forma mais fria, afinal de contas no dia anterior fiquei à espera de uma resposta a uma sms desde as 9h da manhã! Aproveitei o andamento e convidei-o para ir beber um café... Acho que temos de falar, assim não podemos continuar... A resposta começou por ser agradável, mas rapidamente me foi dito que agora só no fim-de-semana pois nem para ele tinha tempo.

Ok, tudo bem! Não gostei, caiu-me mal! Se realmente quisesse, arranjava um bocadinho livre. Afinal de contas quando gostamos de alguém, queremos estar com ela. 

Ao longo do dia, abri o facebook, e ele partilha-me uma notícia a dizer que sexo com ex's fazia bem à saúde. Ora se já estava muito satisfeito, mais ainda fiquei. Eu percebo que aquilo pode não querer dizer nada. Viu, achou graça e partilhou. Mas também pode querer dizer algo. E mais uma vez caiu-me mal, muito mal!

Ontem andei o dia todo mais abatido, mais triste. Até que acabei por ir com a J. ao cinema. Já tínhamos apalavrado isto durante o fim-de-semana e embora a disposição não fosse muita, achei que me ia fazer bem. Pelo menos não ficava em casa a pensar. O problema é que tudo me fazia lembrar dele. Eram os cartazes do filme que ele me falou que gostava de ir, eram os casalinhos que passavam e enfim!

Hoje basicamente trocamos uma sms a dizer bom dia! Porreiro não é?! 
Eu não o consigo perceber, porque é que ele me encanta se depois me dá para trás?! Se não é o que quer, porque é que me deu esperanças?!

No fim de semana vou tentar ter uma conversa franca com ele, perceber o que ele quer e que rumo vamos tomar. Se esta conversa ditar o fim, que assim seja... Vai-me custar horrores, porque eu estava mesmo a começar a gostar dele. Mas vai ter mesmo de ser! Como diz o senso comum: "Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe." :'(

Pelo menos nem tudo é mau, já só tenho mais dois dias de trabalho e depois posso dedicar-me à tese por completo.





quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Inseguranças e receios


Novidades?! Novidades não se pode dizer que haja.

Sinto o P. cada vez mais distante. Temos falado menos, as repostas as mensagens têm sido cada vez mais lentas, e ainda não marcamos nada para esta semana. Resolvi não insistir muito, nem combinar nada, pareceu-me que ele necessita do seu espaço e do seu tempo para por as ideias no lugar. Estarei certo? Não vos sei dizer. Se calhar isto é o principio do fim desta história. Se calhar é só um compasso de espera necessário.

Tenho receio, que ele ache que eu darei demasiado trabalho, por ser demasiado inexperiente e ainda ir no principio de uma estrada que ele já percorreu. 

Será que anda a ver outras pessoas e está a perder o interesse em mim?! se andar, não posso exigir-lhe que não o faça. Afinal de contas e para todos os efeitos somos só duas pessoas que trocaram bons momentos e alguns beijos.

Sinto-me em inseguro, embora tente não mostrar isso. Esperemos que brevemente melhore...

domingo, 17 de novembro de 2013

Dependência e erros


Nem sei por onde começar...

Segundo a R. estou Pdependente. Fico ansioso à espera de resposta as minhas mensagens, fico tão atrapalhado que acabo por meter os pés pelas mãos, digo as coisas erradas e depois culpo-me por isso. Dou comigo a sentir falta da presença dele, da voz dele, do toque dele, dos beijos dele. 

Mandei uma mensagem que não devia ter mandado e ele não me disse mais nada durante a tarde. Não que tenha dito alguma coisa ofensiva ou assim, apenas acho que fui chato. Acho não, tenho a certeza. E agora estou para aqui aos saltos cada vez que recebo uma sms.

Ainda para mais, já não posso dizer nada se não pioro a situação, por isso desespero e desespero!

sábado, 16 de novembro de 2013

A minha vida de acordo com Britney Spears



Seguindo o desafio lançado pelo Kyle Phillipe do Diário dos 7 mares,aqui fica a minha contribuição. E apesar do que possa parecer isto não foi nada fácil, mas foi bastante divertido.


As regras são:
- usando nomes de músicas apenas de um artista ou grupo, tentar habilmente responder a essas perguntas;
- passar para quantas pessoas quisermos;
- colocar o link de quem nos indicou;
- não podemos usar a mesma banda/cantor que quem nos passou o desafio usou;
- tentar não usar as mesmas músicas;


1.                 És um homem ou mulher: I love rock and roll
2.                 Descreve-te: everytime
3.                 Como te sentes: baby one more time
4.                 Descreve o local onde vives atualmente: lucky
5.                 Se pudesses ir a qualquer lugar, onde irias:  i wanna go
6.                 A tua forma de transporte preferido: toxic
7.                 O teu melhor amigo: radar
8.                 Tu e o teu melhor amigo são: scream and shout
9.                 Se a tua vida fosse um programa de tv, como se chamaria: stronger
10.             O que é a vida para ti: till the world ends
11.             O teu relacionamento:  sometimes
12.             O teu medo: womanizer
13.             Qual o melhor conselho que tens a dar: My prerogative
14.             Pensamento do dia: break the ice
15.             Seu lema: circus


Agora é a vossa vez! Toca a pensar no assunto...

;-)

Momentos pós conversa


Os dias correm lentos...

No trabalho, fui parar a faculdade novamente (não me recordo se já havia dito), no entanto aquilo está a ser uma autentica barracada.... é que não atendemos ninguém. Não me interpretem mal, eu cá até nem importo... Mantenho-me a par das notícias do dia, comecei a ler um livro importante para a tese e até li a minha revista deste mês que ainda não tinha tido tempo.

Hoje troquei de horário com uma colega que estava a fazer o turno da noite noutra faculdade... excelente dia para o fazer... então não é que hoje era o dia das comemorações do centenário da associação de estudantes e aparecem lá um monte de famosos... E quem mais é que aparece?!?! A senhora directora, o sr director, seu chefe, e a gerente da agência de apoio. Tudo bem, no problem! Temos um bocadinho mais de cuidado com as aparências e tudo haverá de correr bem...

Pois o trio maravilha chegou e nem teve a decência, a delicadeza ou simplesmente a boa educação de nos vir cumprimentar! A sra directora ainda disse um adeus, mas mais nada. À saída passou assim por nós e disse a um colega que isto estava a correr muito mal e que tínhamos de ir atrás dos alunos! Mas assim bastante afastada e de fugida... como se nós lhe pudéssemos pegar alguma doença. Fiquei danado!

Mas pronto... Passando para coisas mais interessantes...

Tenho falado com o P. durante a semana. No início da semana comecei a ficar um bocado preocupado porque me pareceu que ele se estava a afastar... Mandei uma mensagem carinhosa na noite de sábado sobre o nosso encontro e ele nem me disse nada. No outro dia só disse bom dia. Além disse as respostas às mensagens ficaram mais lentas. Não pude deixar de ficar triste... eu sei que ele saiu à pouco tempo de outra relação, e que eu também lhe passei um fardo um bocado pesado, logo deve precisar de algum espaço para ele e para pensar... E nesta situação o que se faz?! Não vou deixar de tentar avançar com as coisas! Por outro lado, também não quero ir com demasiada sede ao pote, e nem tão pouco dar a ideia que estou desesperado e a pressiona-lo ... Vou com cuidado, eu sei, e é o que tenho tentado fazer...

Na quinta fomos lanchar, depois do trabalho, tentei abordar assuntos normais e corriqueiros do dia-a-dia, sem entrar no assunto nós. Ele pareceu-me normal, só para o fim pareceu mais cansado, e até um pouco menos falador... no final deste encontro já não lhe mandei sms querida. Achei que já era pressiona-lo demais...

Estou um bocado perdido neste momento para ser franco. O que se deve fazer nestas situações?! :S



domingo, 10 de novembro de 2013

A conversa



Ontem à tarde, resolvi pegar numa das vossas muitas sugestões do último post e ir passear com o P.. Sei que acabamos a passear por Lisboa e a lanchar na zona do Saldanha...

Como sempre foi muito bom, a conversa fluiu, rimo-nos, divertimos-nos e foi mesmo agradável. Depois voltamos para a casa dele de metro, onde eu tinha deixado o carro. Ele acompanhou-me ao carro e disse-me que precisávamos de ter uma conversa.... Pronto, pensei eu para mim mesmo, vai-me já por um belo par de patins. Mas não, ele começou por dizer que não sabia se estava apaixonado por mim, mas que eu não lhe era indiferente, e que era preciso saber se éramos ou não compatíveis.

Ok, eu percebi que ele estava a levar aquilo para o lado sexual, mas não percebi em concreto ao que ele queria chegar... Então ele queria saber se eu era activo, versátil ou passivo!

Fiquei um bocado embasbacado com a situação e tive de lhe dizer que não sabia, porque ainda era virgem, e como tal era algo que não tinha descoberto... e que pensava que ele já se tinha apercebido disso quer pela conversa que tínhamos tido na tarde do cinema, quer pelas próprias conversas que tivemos. Mas não, ele não tinha percebido... a conversa seguiu e acabei por lhe dizer que ele também mexia comigo, mas que não sabia bem se estava ou não apaixonado...

No geral gostei da atitude dele... disse-me que de certa forma era uma responsabilidade acrescida para ele porque se chegasse a acontecer alguma coisa entre nós, seria a minha primeira vez e ele queria que fosse especial... (escudado será dizer que com esta parte me derreti todo!)

No fim, disse-lhe que esperava não o ter assustado com a minha bagagem e ele disse-me que não, que tal como eu, ele tinha a sua. Tinha saído de uma relação a pouco tempo e que tinha um rol de traições na mala, logo era-lhe difícil confiar nas pessoas e era algo que eu também tinha de ultrapassar (mais uma vez derreti-me todo! Eu tenho de ultrapassar, mostra interesse em mim, não?)

Também me disse que o melhor amigo dele lhe havia dito para ele não me perder, porque pelo que viu de mim no facebook eu era um bom partido e uma boa pessoa... que bom, pelos vistos já tenho o melhor amigo dele do meu "lado". Bacano não é?

Depois fui a casa da R., estive lá com um grupo de amigos e vim para casa. Estive o tempo todo a pensar naquilo que tinha acontecido e naquilo que eu realmente sinto pelo P.. Será que estou apaixonado por ele?! Ou será que isto é só a adrenalina de ser tudo novo para mim?!

Ser ou não ser, eis a questão!!

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Mais um passeio


Adivinhem lá, onde fui ontem com o P.!!!

Fui dar uma voltinha para a baixa, e acabamos estacionados no cais das colunas... 

Mas vamos pelo inicio. Como já estava a ficar com saudades resolvi convida-lo para ir dar uma voltinha ontem, e acabei por sugerir a baixa. Começamos cá em cima, junto à brasileira e fomos descendo, passamos pelos  gelados santini, comemos um gelado claro e depois continuamos a descer, até chegarmos ao cais das colunas.

É impressionante a vida que tem a baixa.... era uma quantidade enorme de artistas de rua... passamos por um rapaz e a mãe que estavam a cantar opera! Completamente divinal... cantavam tão bem, que até fiquei com pele de galinha...

Voltando ao P. e já no cais das colunas... ficamos lá sentados a falar um bom bocado sobre filmes, séries, trabalho e etc... Durante todo esse tempo eu só consegui pensar em beija-lo, no entanto não tinha coragem para tentar grande coisa com tanta gente a volta. Voltamos para o metro e desta vez coube a ele a parte da despedida. Estava a espera que ele se coloca-se a jeito para lhe dar um beijo, mas ao invés disso ele deu-me um abraço... Foi bom, mas sinceramente soube-me a pouco... Mas também estávamos no metro....

Mudando de assunto. Trabalho.

Hoje pediram-me para me deslocar à região para terem a amabilidade de me dizer que não pretendem renovar o contrato. Eu já estava a espera e até já nem tinha intenções de continuar lá, mas pedirem-me para ir lá especificamente para assinar um papel em como sabia, achei que foi um pouco de gozo... enfim já está. Também me disseram que para a semana vou voltar para o stand da faculdade, o que é bom... pelo menos não aturo a vibora da minha subgerente... Ah pois é! Eu ainda não contei, mas afinal não era o gerente que não gostava de mim, era a subgerente. Ela andou a tentar virar toda a gente contra mim, e o gerente só estava a acusar a pressão. Sinceramente não percebi porquê ou qual o intuito dela mas acho que aquilo é mesmo o feitio dela! Enfim, agora já está melhor e acho que não conseguiu levar a melhor. E também amanhã é Hasta la vista, baby!!

Até vou trabalhar com outro animo!

Já agora preciso de locais românticos para ir com o P., alguém têm sugestões?! Não se acanhem!!


quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Tarde de Cinema


Domingo foi um dia excelente....

Fui ter com o P., a meio da tarde para vermos um filme que ele já me tinha falado ao jantar. Fui um bocadito para o nervoso, como se devem ter apercebido pelo último post.

Antes que comecem a pensar, não, não se passou nada entre nós no campo sexual. Foi uma tarde agradável, eu cheguei e fomos fazer umas pipocas que eu tinha levado. Depois fomos para o quarto dele e sentados na cama vimos o filme...

Claro está, que comigo a situação não podia ser tão linear. E não se pode dizer que tenha visto grande coisa do filme. Mas vamos pelo princípio. Como é que nos sentamos?! A minha ideia era ficarmos assim mais para o juntinho, mas ficamos mesmo um ao lado do outro. E eu fui-me aproximando e aproximando, e ele nada. Então pensei: vou por o braço a volta dos ombros dele! E lá fiquei uns 10 min a tentar ganhar coragem para o fazer. Depois de o fazer ele aninhou-se um pouco mais junto de mim e lá aquilo ficou mais compostinho... lol

Fim do filme! Começam a passar os nomes dos actores, ele não se mexe e eu também não. Quem dá o primeiro passo? Eu, ele, e agora? Lá nos voltamos um para o outro e pronto, saíram uns beijinhos.

Depois vimos umas series e fomos fazer o jantar. Adorei simplesmente! Ele teve o cuidado de preparar um dos meus pratos preferidos, e eu derreti-me todo! ;D Entretanto enquanto cozinhávamos consegui meter em conversa a minha saída do armário e consegui (acho eu!) que ele percebesse que isto para mim é tudo um mundo novo. Era um ponto que achava importante para que ele entendesse que as vezes as minhas hesitações não são sinónimo de falta de interesse, mas sim de falta de experiência.  

Lá jantamos, eu conheci os companheiros de casa dele e vim para casa. Foi bacano este tempinho... eu gosto de estar com ele. Não sei se estou apaixonado, mas lá que ele mexe comigo, mexe...

E agora, assim só para introduzir alguma comédia ao post, vou contar-vos a parvoíce do fim de semana!
Fala o Rúben com a R. sobre as possíveis segundas intenções do P.. E a R. diz-me que é provável, por isso eu só tenho é de levar protecção. E eu achei que ela tinha toda a razão, não sendo a minha intenção fazê-lo não perdia nada em levar. E agora onde comprar?! Farmácia?! Não, não tinha coragem de pedir isso a alguém. Pensei em ir a uma sex shop, mas a um domingo estava fechada. Então resolvi ir ao continente... pagava na caixa expresso e no problem. Lá fui, muito envergonhado, e chego a zona dos preservativos, e olho para ambos os lados para ver se ninguém me vê. A ideia era mesmo ser rápido. Chego lá e existem duas filas, com umas 10 caixas diferentes cada. WTF. Eu só queria mesmo uma caixa dos normalíssimos, e agora o que escolho?!?. Lá me decidi por uma e fui para caixa. Estou a pagar e a senhora que está a fazer o controlo de repente diz: "Não percas as miúdas, hah!!!". O meu Deus, acho que fiquei vermelho como um tomate. Mas entretanto lá me apercebi que era para um senhor que andava a passear com as filhas... 

As figuras que eu faço, e depois nem foi mesmo preciso. lol